Pinturas e Poemas - Contineralismo poetico - (tradução: Malin Elisabeth Dillner)
 
rubrik zurücknächstes ptbild home 149

um sonho. um leve tremor.
como o crescer
de uma delicada flor, com
raízes, mas, mesmo com de húmus rica a terra,
não enraizada -
mais parecem finas teias de aranha,
pelas quais as águas escorrem
e cantam os ventos da primavera,
que trazem alimento para o corpo
e para a alma.
assim ele cresce, tremendo,
ainda pequeno e presentindo centenas de perigos
e depressa está pronto para as raízes
da terra ir tirando e,
sem ninguém dar noção,
desaparecer acordando.
por isso dá-lhe silêncio,
dá-lhe tempo e
dá-lhe algum espaço!
mais do que uma obra
da eternidade
no sonho teve
o seu primeiro passo.

 

 

O sonho
tecnica mista sob. platex - 2017 - 94 x 89 x 15 cm (X)

 
rubrik zurücknächstes ptbild home 149